Antbuster Changelog – 20150209

Depois de 8 anos desde que começou a ser desenvolvido para PC, não sei se muita gente ainda se interessa pelo Antbuster. De todo modo estou atendendo a vários pedidos que recebi (e ainda recebo, surpreendentemente) de criar uma versão para dispositivos móveis do meu velho tower defense game.

A verdade é que estou portando o jogo para dispositivos móveis a passos de formiga, sem pressa. Nesses 8 anos, muitas coisas mudaram. Antes eu tinha um desktop em uma mesa na minha sala, já tinha internet banda larga de 256kbps, um luxo, considerando que muitos amigos ainda utilizavam internet discada. E todos utilizavam desktop. Não tinha muita limitação de tamanho de tela, mas tinha de largura de banda de internet e do provedor de hospedagem. Hoje tenho que pensar e repensar como vai ficar o layout do jogo, em compensação posso extrapolar um “pouquinho” o pouco menos de meio MB que tinha a primeira versão.

Enfim, estou desenvolvendo a versão móvel desde 2013. A última vez que consegui trabalhar nele foi em novembro de 2014. Agora em fevereiro consegui me divertir com ele mais um pouco.

Agora a informação que pode interessar realmente: qual o estado atual do jogo?

Bom, as formigas andam, buscam o bolo e levam para o formigueiro. Ocorreram algumas alterações sutis em alguns comportamentos do jogo, mas assim o fiz para melhorar a experiência do jogador (acredito ter ficado bacana). Existe um único tipo de canhão, que já pode ser colocado no terreno, e ele já atira!

Nestes últimos dias mexi um pouco com a interface. Estou tentando criar uma interface agradável e o mais limpa possível.

Por hoje é o que dá pra dizer. Caso alguém apareça por aqui, o que acho pouco provável, e quiser deixar algum comentário, pergunta ou qualquer outra coisa, manda bala!

2 thoughts on “Antbuster Changelog – 20150209”

  1. Obrigado Henrique! Por favor, controle a ansiedade, pois estou demorando bastante para evoluir o jogo. 🙁

    Rapaz, não conhecia esse remake. No momento estou no trabalho e vou deixar pra ver em casa.

    Abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *